Publicado por: Mr. T | setembro 17, 2008

O (desastroso) encontro na taverna

Encontrar aqueles dois em Highmoon seria muito bom.

A informação que recebí dos elfos aparentemente era exata, dois humanos com treinamento militar, habilidade e força suficiente para auxiliar minha missão, ainda mais por eles nutrirem ódio por Netheril.

Todos possuem seus motivos… O importante é que me aliando a eles eu terei alguma chance para adquirir as provas que preciso da lenta e astuta invasão.

Chegaram tarde, como imaginei. Os observei um pouco e me aproximei sem perder muito tempo e sem demonstrar ansiedade. Um homem e uma mulher. Ambos com armaduras em péssimo estado e feições piores ainda. O homem, Auden Thundersword, ainda tinha um olhar que demonstrava algum tipo de sabedoria, mas a montanha de músculos ao seu lado, Jelly Burork, não era mais do que isso, uma montanha de músculos sob uma pesada armadura, segurando uma grande espada. Humanos…

Depois de responder algumas parcas perguntas pouco objetivas, conseguí convencê-los em me acompanhar, foi quando aquela mulher entra a todo vapor na taverna, “A Dama Coroada”.

A noite prometia mais surpresas do que eu imaginava.
A porta da estalagem perto de nossa mesa se abriu de repente, uma belíssima mulher sob uma grossa armadura entra e observa o ambiente. Um bêbado maltrapilho se aproxima dela com ares de quem não será agradável.
Auden Thundersword resolveu seu lado herói e com um murro certeiro tirou o impecilho da jovem, mesmo que a própria, por seu porte físico, demonstrasse que poderia cuidar do problema sem maior esforço, e provavelmente, com mais classe.
Particularmente, não gosto de me expor assim, o risco é demasiadamente grande.

Enquanto tentava traçar um plano de ação com os dois, outra surpresa.

A porta se abre num estrondo, a primeira sensação é que o próprio tempo deu uma pequena pausa para observa-la melhor. Ela entrou correndo em desespero, o que não a deixou menos bela. Seu cabelo esvoaçante grudava-lhe com o suor no semblante preocupado.
Seguiu direto ao taverneiro, um anão careca e carrancudo que por um momento, ficara mais feio próximo a beleza angelical da mulher.

Vendo que o anão estava espantado demais para responder, a paladina protegida de Thundersword tentou acalmá-la, e foi neste momento que todo o plano que traçavamos em nossa mesa foi por água abaixo.

Humanos armados entraram pelas duas entradas da taverna. Com dedos acusadores esbravejavam que iriam matar qualquer um no caminho deles.
Eles queriam a mulher e não parecia que queriam um simples galanteio.

A paladina se posicionou entre eles e a mulher, aparentemente uma clériga de Sune.

Anúncios

Responses

  1. Uia, já estreou post oficial? Muito bem!!
    O meu diário de campanha tb tá chegando…

    Flw


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: